sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

HI Plant....está Cool !




Este logotipo foi criado pelo Artista Plástico Paulo Medeiros do Gabinete de Comunicação do IPV, com a lógica de fazer apelo simultâneo à modernidade, inovação, sustentabilidade e jovialidade, uma estratégia que queremos enraizar neste projeto. O prefixo HI, remete para HIdroponia, HIgh tech, ….mas ao mesmo tempo, deriva do cumprimento … HI, que remete para os termos “solidariedade”, “viva”, “informalidade”, “partilha”,…. A estratégia da designação inglesa, prende-se com a modernidade, mas ao mesmo tempo com a internacionalização do projeto e dos conceitos que daqui derivarem. O pantone utilizado, centra-se num tom que comunga dos verdes e azuis e o ar e tom floral excêntrico remete para a biodiversidade.

Xis...


Vamos estar atento ao artista plástico Paulo Medeiros e à lógica do Xis... da Mariana!

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Os Professores da Viriato são como os "Putos"....(em tudo de bom o que os "putos" têm!)

...quando têm um brinquedo ficam todos entusiasmados e só param quando o kit está montado. É esse o espírito da descoberta, do entusiasmo, do saber e do querer que se quer num projeto destes....Hi!





Isto "cheira-me" a Queijo...e Joalheria


Esta é uma criação em resina by Jorge Curval que pode ser interpretações e aplicações várias....

Eu gostava de poder ajudar....



... mas assim não consigo! É só para dizer que não tenho nada a ver com isto!

O conceito é Hortamente....Altamente!

 Se há projetos em que acredito, pela capacidade inovadora, pelo potencial criativo e científico e ...pelas pessoas envolvidas...é este. O único senão é não ter facebook....talvez um dia, quando estiver menos gente!
https://pt-pt.facebook.com/GotasFrescasAgriculturaSustentavel?filter=1#!/GotasFrescasAgriculturaSustentavel?filter=1


Como é que eu ponho esta "mer..." no Gabinete....



O meu colega António Pinto tem o "perfil" certo para projetos desta natureza...

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

"Gotas Frescas"...Uma abordagem diferente, inteligente e "fresca" (Moderna)...Hortamente!


...mas com um conceito de sustentabilidade, qualidade premium embora não exclusividade, ...muito enraizado. Depois é o António Rosa, um pessoa encantadora e acredito um comercial de excelência...qualquer que fosse a área. Tudo o que aconteceu até agora (que foi nada!) e acredito tudo o que virá a acontecer no futuro próximo, em primeiro lugar a ele se deve e à FOPIL. Depois vem a dinâmica dos professores e alunos da Viriato e o  António Pinto e os nossos alunos....da ESAV.
Depois de uma manhã atribulada onde monitorizamos o abate de um Cedro do Buçaco em Viseu, fomos à FOPIL a Ovar conhecer a empresa e a estrutura produtiva das Gotas Frescas do António Rosa. A abertura foi total, porque o António já percebeu que está com pessoas de bem...capazes? isso veremos mais à frente! Para já avançam as candidaturas, o protocolo, a montagem do sistema na Viriato, o desenvolvimento do Kit de hidroponia,...e já não é pouco!
Em relação às "Gotas Frescas", o conceito é fabuloso, e acredito que poderemos ajudar e faremos aquilo que pudermos. Para já estão recrutados, para além desta equipa fantástica, o Chef Paulo Cardoso, o nosso designer Paulo Medeiros, e mais dois ou três que iremos "contratar"...um bom "trinco" e um "ponta-de-lança...para chegarmos ao Paraíso! Aqui ficam algumas imagens,... porque temos que trabalhar para entregarmos o projeto amanhã à FOPIL....  
Todos temos que ter presente a apresentação que o António nos mostrou para percebermos qual o nível a que estamos. Para podermos surpreender...temos que "dar tudo"....Certamente, Finalmente, ....Hortamente.






A Conssociação e a Estética....
O Coração e a A(H)ORTA
O Berçário...o embalar e o embalamento....

Se esta equipe fosse para lá para trabalhar, em menos de nada tinhamos feito a "colheita", mas foram Ver e Passear...


A Colheita...está agendada....

Uma empresa destas precisa de uma boa "segurança"...Obrigado Guilherme...Os nossos alunos também são o nosso orgulho!


O Cedro do Buçaco que... era um Cipreste


A autarquia de Viseu, decidiu abater um exemplar de Cedro do Buçaco que se encontrava em Repeses, por motivos de segurança. Usaram, de modo inteligente, os meios próprios da autarquia envolvendo os bombeiros os responsáveis pela área florestal e da jardinagem. Curioso, é o facto de ser um Cedro do Buçaco que tem algumas curiosidade taxonómicas e faz-nos lembrar as aplicações que fizeram das árvores abatidas pelos ventos fortes no Buçaco. Já não direi tanto, mas...uma ideia minha, mas só minha, mas que não é nenhuma invenção, era fazerem bom uso da madeira que se possa aproveitar e dar eco disso, tal como o fizeram da noticia do abate. Eu não ponho em questão a ação desenvolvida, o que eu gostaria de ver era a vertente pedagógica, criativa, cultural e até científica que se poderia fazer do pós-acontecimento, que é sempre de lamentar. Mas aceito que haja outros entendimentos. Assim seja...Agradeço à autarquia ter-me chamado para testemunhar o momento e podermos ter acesso à árvore para fazer alguns ensaios de resistógrafo e aprendermos um pouco mais. O momento da queda do "cocuruto" da árvore em filme, acredito que seja um momento único. 






video



terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

À Chef....nas Estrelas








Mushrooms ....Private Collection



Esta é uma coleção de cogumelos, composta por quadros de 8 espécies distintas, alinhados sequencialmente, literalmente plasmados em papel de algodão. Esta coleção foi criada há uma meia dúzia de anos e perdurará  com a forma, a matéria, os fluídos e os cogumelos eles mesmos por toda uma geração. Esta é uma coleção que alia ciência com estética, criada numa altura em que colaborávamos ativamente com o Moinho da Carvalha Gorda da Ana Martins e do Ricardo.

Making of ....Hidroponia

O projeto de hidroponia na Escola Secundária Viriato está a "crescer", com a dinâmica dos professores e alunos da Viriato. O Prof. Figueira cumpriu com a sua palavra e fez um excelente trabalho com a materialização dos suportes, sobre os quais se irá instalar todo o sistema Fopil. Aliás, amanhã iremos à Fopil para falarmos com o seu Gerente António Rosa e delinearmos o futuro do projeto, com o Eng. António Pinto, a Prof. Margarida, o Prof. Figueira, o Prof. Vitor e mais dois alunos da Viriato. No carro da ESAV ainda há ligar para mais dois alunos que estejam interessados. Entretanto de manhã iremos reunir com o técnico de uma empresa de adubos para eventualmente integrar  o projeto. Por tudo isto, amanhã será mais um dia pleno que poderá ser a concretização de mais um projeto que se pretende  que seja ambicioso, objetivo e concretizável. Depois contaremos os desenvolvimentos e pormenores. Ficam as imagens do estado a atual do projeto para memória futura....
 




domingo, 23 de fevereiro de 2014

Perito em Queijos....


http://www.sargento.com/our-brand/cheese-expertise/

Para conhecermos melhor o queijo Serra da Estrela, temos que conhecer toda a extensão da biodiversidade do Queijo....ele mesmo, serra ou não!

Guia Ilustrado de Queijos...66 tipos menos o Serra da Estrela!


 
 
There’s no shame in admitting that cheese can be intimidating. Like fine wine or aged scotch, it’s pretty hard to know what you’re talking about unless you’ve spent some serious time sniffing the stinky stuff. Usually that lack of cheese knowledge is no big deal. We all know the basics: Hamburgers taste best with a slice of classic American, pizza is topped with mozzarella and Swiss apparently goes with ham. But what about those times when you want something a little more… elevated? One wrong move in an artisanal cheese shop and you might end up with a chunk of Limburger when all you really wanted was Fontina.

Luckily, you’ll never have to make that rookie mistake again. Thanks to Pop Chart Lab, you can fake it til you make it as a cheese aficionado. In their newest print, Pop Chart organizes the overwhelming world of cheese into a tidy dairy-colored wheel of information. The graphic breaks down 66 varieties based on animal milk and texture and even includes an impressively accurate illustration of each type, just in case you need a little more guidance.

At this point, I’m sure you’re wondering: what about cheeses like Raclette or Pule? Of course, there are more than 66 varieties of cheese in the world, but for purely logistical reasons, Pop Chart had to makes some tough decisions about which to leave out.

“We knew our wheel would be 18-inches in diameter, with ¾-inch given to each cheese to truly capture the texture and variety,” Pop Chart explained. “We then broke it down to determine how many would fit in the overall wheel.”

If we’re being honest with ourselves, 66 types of cheese is about 60 more than most of us will ever really need to know by name, but it certainly doesn’t hurt to pull, “I’ll take an ounce of the Fleur de Maquis,” out of your pocket from time to time.

And if you happen to be New York City-based, you can take that line for a spin at Murray’s Cheese. For the month of June, Pop Chart has partnered with NYC’s oldest cheese shop to give away some excellent dairy swag, including five $100 gift cards to Murray’s. Or if you spend more than $50 in-store, you can score a Charted Cheese Wheel print for free (while supplies last).

DESIGN and NATURE... uma das minhas áreas de interesse....A Natureza do Desenho....!

EM Madrid concretizam-se as IDEIAS...no Jardim Botânico.

 
Esta é uma das soluções para árvores a abater por questões de segurança, e que podem ainda sofrer intervenções de artistas plásticos e criativos. Eu já o sugeri há alguns anos à Câmara de Viseu, mas "Vozes de Burro não Chegam ao Céu"....O Burro aqui sou EU!



 
 
E também há lá um Mariano, mas o Nosso....PORRA!